segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Game Fire

"Além de acelerar o funcionamento de seus games, este programa permite que você escolha a dedo cada alteração feita na máquina."

Jogar é sua principal atividade na máquina? Então é melhor dedicar todo seu processamento durante os games, garantindo o máximo de desempenho. Game Fire é uma ferramenta que o auxilia você nisso. Ele desfragmenta as pastas dos jogos e ainda ajuda você a monitorar o funcionamento do computador. Prepare-se para acelerar seus games sem gastar nada!

PARA ACELERAR SEUS GAMES

Ao contrário de outros programas que melhoram o desempenho do seu computador para os jogos automaticamente, Game Fire não faz qualquer mudança sem o seu consentimento. Isso permite que o usuário personalize a intensidade da transformação em sua maquina e não seja surpreendido com alterações indesejadas.

Na parte inferior da janela, encontra-se a opção “Turn On Gaming Mode”. Ao clicar nela pela primeira vez, você é orientado a escolher quais serviços do Windows deseja desabilitar. Ative-a antes de rodar seus jogos, lembrando que você pode retornar às configurações originais sempre que desejar. Tome cuidado para não expor seu sistema a riscos de segurança com tais alterações! As demais opções do programa são:

Monitore as atividades do PC.

System Status: monitora o uso dos principais componentes da máquina como processamento, memória e uso do disco. Não permite qualquer alteração.

Running Process: permite que o usuário monitore e feche os processos ativos do computador, assim como o Gerenciador de tarefas do Windows. Encerrar atividades essenciais para o computador pode desestabilizar o sistema.

Files Defragment: ao invés de desfragmentar todo o disco rígido, esta ferramenta defragmenta apenas as pastas que você apontar. Executá-la sobre o diretório onde seus games foram instalados ajuda a diminuir o tempo de loading.

Para download: http://www.baixaki.com.br/download/game-fire.htm

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Por que as mulheres vão juntas ao banheiro?

Por motivos muito mais simples e práticos que misteriosos. Quando uma mulher vai ao banheiro, costuma não só fazer suas necessidades como também cuidar do visual, reforçando o batom após a refeição, passando um spray numa mecha de cabelo indisciplinado ou disfarçando as olheiras com um corretivo. A presença de uma ou mais amigas por perto serve para dar o veredicto final, confirmando se realmente ficou tudo no lugar certo. Além disso, o banheiro foi eleito como um foro privilegiado para verdadeiras assembléias femininas, ou, em português claro, para uma boa sessão de fofocas. Para as mulheres, que costumam ter uma relação mais tranqüila com a intimidade do que os homens, o toalete é um lugar como outro qualquer, com a vantagem de ser reservado do público.

Além disso, o banheiro feminino, ao contrário do masculino, favorece a conversa em grupo, já que existe um local privado para fazer as necessidades e o resto do espaço pode ser usado com liberdade para animadas discussões sobre os mais variados temas. "O assunto depende muito do contexto. No trabalho, por exemplo, o banheiro pode ser usado para falar mal do patrão. Mas também pode servir como lugar de desabafo, por isso se vêem freqüentemente mulheres chorando no banheiro", afirma a socióloga Ella Shohat, da Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, e militante feminista. Para a psicóloga Márcia Portazio, da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em São Paulo, não há nada de espantoso no comportamento: "É apenas mais uma expressão da necessidade básica do ser humano por contato social. Dependendo das influências culturais, isso se manifesta de formas diferentes em cada sexo."

As assembléias masculinas podem ocorrer, por exemplo, numa reunião de amigos para jogar futebol. No banheiro, os homens, que normalmente não gostam de compartilhar intimidades, preferem ser bem mais pragmáticos, limitando-se às necessidades.

Os dez melhores filmes de ação de todos os tempos

Quem domina a lista é Indiana Jones, o arqueólogo louco por aventuras criado por George Lucas e levado à telona em uma trilogia dirigida por Steven Spielberg. Os dois primeiros filmes da série lideram nosso ranking, produzido a partir da opinião de um júri de cinéfilos, que, como poucos, apreciam aquelas produções que dão mais valor às perseguições e explosões do que aos diálogos. São eles: Luiz Carlos Merten (Estado de S. Paulo), Sérgio Dávila (Folha de S. Paulo), Luiz Iria (editor de infografia da Superinteressante), Roberto Sadovski (revista SET), Bruno Porto (O Globo), Eliseu de Souza Lopes Filho (professor da FAAP) e Rubens Ewald Filho (crítico de vários veículos).
1. Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida
Diretor - Steven Spielberg
Ano de lançamento - 1981
Logo na sua primeira aventura, Indiana tem uma missão casca-grossa: encontrar a Arca da Aliança, que tornaria invencível quem a possuísse. O problema é que um adversário de peso também está de olho na relíquia. Ninguém menos do que Adolf Hitler.
Ponto alto - Indiana foge de uma pedra gigante dentro de uma caverna e por pouco não é esmagado
2. Indiana Jones e o Templo da Perdição
Diretor - Steven Spielberg
Ano de lançamento - 1984
Na sua segunda aventura, o arqueólogo encarnado por Harrison Ford tem a missão de salvar um grupo de crianças escravizadas por um feiticeiro doidão. Desta vez, Indiana conta com a companhia indesejável de um japinha e de uma cantora de cabaré.
Ponto alto - Indiana e seus dois protegidos embarcam em um carrinho que cruza os trilhos de uma mina a todo vapor
3. Duro de Matar
Diretor - John McTiernan
Ano de lançamento - 1988
Bruce Willis vive um detetive que viaja a Los Angeles para encontrar sua esposa. Quando chega ao prédio onde ela trabalha, nota que "tá tudo dominado" por um grupo de terroristas. A única saída é acabar com eles e salvar a mocinha.
Ponto alto - Para fugir de uma explosão, John McClane (Willis) salta do alto do prédio pendurado em uma mangueira de hidrante
4. O Exterminador do Futuro 2 - O Julgamento Final
Diretor - James Cameron
Ano de lançamento - 1991
O andróide quase humano vivido por Arnold Schwarzenegger volta à cena do outro lado da força: desta vez, é programado para proteger o garoto John Connor, que está na mira do moderníssimo robô T-1000.
Ponto alto - O Exterminador e John Connor fogem de T-1000 em uma moto envenenada. Detalhe: o vilão os persegue dirigindo um caminhão
5. Matrix
Diretor - Andy e Larry Wachowski
Ano de lançamento - 1999
Thomas Anderson (Keanu Reeves) é um simples programador de sistemas até que o sombrio Morpheus se convence de que ele é Neo, o encarregado de salvar a humanidade da dominação de Matrix. Aí começa toda a loucura do filme.
Ponto alto - Neo e a sua gatinha Trinity armam-se até os dentes e partem para cima de dezenas de agentes Smith
6. Fervura Máxima
Diretor - John Woo
Ano de lançamento - 1992
A história não é das mais originais - um policial decide vingar a morte do seu parceiro triturando uma gangue de mafiosos -, mas as seqüências de tiros e explosões são tão iradas que catapultaram a carreira do diretor chinês John Woo. No ano seguinte já estava em Hollywood.
Ponto alto - Tequila, o policial vingador, e um chefão da máfia ficam cara a cara, cada um com a arma encostada na cabeça do outro
7. Gunga Din
Diretor - George Stevens
Ano de lançamento - 1939
Esse você certamente não viu - se bobear, nem seus avós viram. Mas, embora não tenha efeitos especiais como os filmaços atuais, é um clássico do cinema de ação. A história gira em torno de três soldados ingleses envolvidos em guerras separatistas na Índia.
Ponto alto - Uma das cenas marcantes é um quebra-pau dentro de um sobrado. Soldados rolam pela escada, outros voam pela janela e os mocinhos, claro, nem bagunçam o penteado
8. Homem-Aranha
Diretor - Sam Raimi
Ano de lançamento - 2002
O jovem Peter Parker ganha poderes especiais depois de um acidente em um laboratório. O problema é que o pai de um amigo seu também ganha superpoderes e se transforma no vilão Duende Verde.
Ponto alto - Homem-Aranha se vê entre a cruz e a espada: tem de escolher entre salvar sua amada Mary Jane ou um bonde cheio de gente, ao mesmo tempo em que se defende do Duende Verde
9. As aventuras de Robin Hood
Diretor - Michael Curtiz e William Keighley
Ano de lançamento - 1938
Mais um clássico com cheiro de naftalina. Essa versão da história do mocinho mais bandido da ficção, que roubava dos ricos para dar aos pobres, pode te dar sono, mas na década de 1930 deixou muita gente com o coração acelerado.
Ponto alto - Robin Hood e seu bando se escondem nas árvores da floresta de Sherwood e, de surpresa, atacam a cavalaria do rei
10. Mad Max 2 - A Caçada Continua
Diretor - George Miller
Ano de lançamento - 1981
O filme se passa em um futuro não muito distante no qual o petróleo se transformou em um bem tão raro quanto cobiçado. Max é um ex-policial violento mas bonzinho, que resolve ajudar uma comunidade a proteger sua refinaria particular.
Ponto alto - O coração do espectador fica na boca durante o filme inteiro, mas as melhorespartes são as perseguições nas estradas


Como funcionam os óculos 3D?


Eles alteram a forma de propagação da onda de luz. Normalmente, uma onda luminosa vibra em todos os sentidos. "Quando, porém, uma imagem é vista em terceira dimensão, ela está polarizada - ou seja, as ondas de luz que a compõem vibram em apenas dois sentidos: vertical e horizontal", afirma o físico Mikia Muramatsu, da USP. No cinema, por exemplo, a imagem é lançada na tela por dois projetores: um emite ondas de luz verticais e o outro, horizontais. Cada um projeta a cena de um ângulo diferente, para imitar a sensação de profundidade percebida pelo olho humano. Os óculos, por sua vez, também funcionam como um polarizador: uma das lentes seleciona os raios de luz verticais, eliminando os demais, e a outra faz o mesmo com os horizontais. Assim, cada olho só recebe a imagem de um dos projetores - e a soma das duas visões simula relevos e volumes tridimensionais.


domingo, 18 de julho de 2010

sábado, 17 de julho de 2010

MSN 2010!

Acabei de instalar o novo Windows Live messenger 2010, não sei o que dizer sobre ele é tudo muito estranho, ele é claramente voltado para as redes sociais então quem gosta de Faceboock, MySpace... e essas tantas redes sociais vai se dar bem e vai gostar dele.
O que eu achei ruim nele foram suas colunas elas ficam lado a lado as colunas dos amigos então se você muitos amigos provavelmente também terá problemas, pois com elas lado a lado você não consegue se achar muito fácil.
Outro problema é que pra você trocar seu nome de exibição você tem que ir até o Email e trocar o nome, o que eu achei muito trabalhoso. A parte legal dele é que ele é rápido, tem uma interface legal inovadora, com certeza com o tempo eu me acostumarei com ele mas vai levar um bom tempo.
Para quem quiser saber mais sobre ele entra neste link http://www.baixaki.com.br/download/msn-messenger-2010.htm

Camtasia Studio 7

"Criação e edição de vídeos para tutoriais em um programa recheado de funções."

O Camtasia Studio é um aplicativo completo para a criação e edição de vídeos a partir do ambiente de trabalho do Windows. Com ele, você cria diversos tipos de vídeos explicativos sem dificuldades, como tutoriais de programas, apresentações e atividades comuns no computador.

Além da captura, pode ser utilizado como um ótimo programa para edição de vídeos, pois traz até mesmo clipes para serem utilizados.

VARIEDADE PARA GRAVAÇÃO E EDIÇÃO

A quantidade de recursos oferecidos pelo Camtasia Studio é realmente enorme. Ao abrir o programa, um projeto já existente aparece. Ao pressionar o "play" você percebe que, na verdade, trata-se de um vídeo que explica todo o funcionamento do programa. E, caso você goste de explorar, pode ver como ao que você assiste foi feito ao olhar a linha do tempo, na parte de baixo da tela.

Para começar um novo vídeo, vá até a opção "File" e selecione "New Project". Você pode editar o vídeo normalmente ao importar conteúdo ou começar a gravar a tela.

Gravando a tela

Capturar tudo o que aparece na tela é a maior especialidade deste aplicativo. Para fazer isso, basta clicar no botão "Record the Screen" (Gravar a tela). Ao fazer isso, um painel é aberto com todas as opções para gravação. Em "Select Area" você define se quer capturar toda a tela ("Full Screen") ou um tamanho personalizado ("Custom").

Logo ao lado, em "Recorded Inputs" você seleciona quais dispositivos devem ser utilizados durante a captura, como a webcam e o som. Quando tudo estiver pronto e configurado, use o botão "Rec" para começar a gravar. Para parar tudo, use a tecla "F10".

Ativar gravação.

Dependendo do tamanho que você escolheu, uma janela para a escolha das dimensões do vídeo pode aparecer na tela. Se você planeja uma resolução específica, preencha em "Width" (largura) e "Height" (altura) e pressione "Ok".

Edição

Após a captura ser concluída, o vídeo aparece na linha do tempo (localizada na parte de baixo da tela). Em "Library" você encontra uma série de clipes de áudio e vídeo para usar na edição, que podem ser facilmente arrastados para a linha do tempo. Se você quiser usar vídeos, sons e imagens de sua propriedade, use o botão "Import Media" para adicioná-los ao projeto.

Como tutoriais em vídeo precisam ser bastante explicativos, o programa traz uma série de recursos para usar como destaques. Em "Callouts" você encontra formas geométricas para adicionar ao vídeo, como flechas e retângulos. Cada uma pode ter personalizações, como borda, preenchimento e efeitos. Você também pode adicionar palavras.

Adicionar elementos.

"Zoom-n-Pan" é uma opção para aproximar em regiões específicas da tela. Ou seja, você pode fazer com que o vídeo seja centralizado em uma opção para mostrar com mais detalhes para a pessoa que for assistir. Para isso, basta selecionar a área desejada com o quadrado na parte esquerda da tela. Conforme você faz isso, algumas barras aparecem na linha do tempo com indicação de uso da função.

Se o que você quer é configurar o som do vídeo, vá à opção "Audio", que permite regular o nível do volume e reduzir ruídos. Para ver mais opções, clique no botão "More". Assim, você encontra a função "Transitions", para adicionar transições ao vídeo entre um clipe e outro. Em "Title Clips" você coloca títulos na tela.

Para criar uma narração, vá a "Voice Narration". Você pode escolher uma das três faixas de som e começar a gravar com o microfone enquanto o vídeo passa na tela. Dessa forma, o vídeo fica mais explicativo. Gostaria de adicionar também legendas? A opção "Captions" é para isso. E, por último, também é possível montar um quiz para aumentar a interatividade ao clicar em "Quizzing".

Gravar narração.

Projeto pronto. Hora de exportá-lo

Se você terminou o projeto e quer salvá-lo em um arquivo de vídeo, vá à opção "Produce and share", no topo da tela. É possível escolher um dos vários perfis pré-definidos para salvar: "Web", "Blog", "CD/DVD", "HD", "iPhone", "iPod", "Screencast.com" e "YouTube". Depois, basta dar um nome, escolher a pasta de destino e aguardar o resultado.

Salvando o vídeo.